Notícias Archives - Paramore BR


Publicado por Lívia Rocha, arquivado em Notícias.

pbrteam
A banda Dutch Uncles, que já abriu para o Paramore, contou como foi essa experiência e confessaram ficar um pouco assustados com os fãs. Olha só o que o vocalista, Wallis, disse:

O vocalista da banda Dutch Uncles disse que ficou “assustado” com a reação dos fãs do Paramore quando o grupo os levou junto na turnê pelos EUA.

Taylor York citou Dutch Uncles como uma das maiores influências do último álbum, que saiu ano passado. Depois disso, a banda abriu para o Paramore na turnê europeia de 2014.

Numa conversa com a NME, Wallis disse que eles nunca viram fãs assim antes.

“Seus fãs são completamente obsessivos. Eles se apaixonam por você mesmo só te vendo tocar por meia hora. Só de estarmos no mesmo palco do Paramore, viramos lendas instantâneas. Me assustou um pouco.”

Sobre sua relação com o Paramore, Wallis disse “Foi surreal. Taylor abriu seu coração pra gente no backstage, contando como nossa música o inspirou a escreveu músicas como “Ain’t It Fun” e “Still Into You”. E eu pensei “Como é que uma banda dessas foi influenciada por cinco nerds de Manchester que mal sabem escrever?”

Fonte.

Publicado por Jaquelini Cornachioni, arquivado em Notícias.

By_David_McClister_28629
Todas as mulheres possuem o seu ritual de beleza e com a Hayley Williams não é diferente. Naturalmente linda, ela conta em uma entrevista para o blog We + Good sobre a sua luta contra a acne e a maneira que ela encontrou de se livrar desse problema ainda jovem. Hoje, aos 25, ela opta por produtos naturais que cuidam, primeiramente, da saúde da pele.

Confira a tradução do post feito pela Hayley em seu Tumblr e a entrevista realizada pelo blog,

No Tumblr da Hayley:

Eu fiz uma rápida entrevista para um dos meus blogs favoritos! Foi tão legal conseguir destacar um pouco do meu cotidiano (!!!). Todos os produtos naturais de beleza e talvez uma combinação que você nunca tentou antes.
Uma das coisas importantes para mim é que eu consegui falar brevemente sobre acne, que eu lutei por muito tempo. Aos 19 anos, descobri um monte de produtos naturais e saudáveis na busca por uma pele livre de manchas, que mudou completamente o que eu penso sobre produtos de beleza.
Eu acho que há um valor infinito (ético, saudável e sábio) na compra e utilização de produtos químicos que não são fortes e em vez disso são cheios de ingredientes saudáveis e puros. Investir na sua saúde a longo prazo não é muito subestimado. E, assim como mencionei nesta entrevista, é bom saber que, quando você está comprando um produto natural, de uma marca que usa ingredientes sábios, você vai se sentir bem hoje e bem no futuro.

Entrevista no site:

By_David_McClister_28129 (1)

Imagine que você é a Hayley Williams, vocalista do Paramore. O mais recente single da banda, “Ain’t it Fun”, praticamente toca o tempo inteiro nas principais estações de rádio do país e os ingressos dos shows que eles ainda vão fazer, esgotaram em todo o mundo. Nesse caso, você precisa de uma combinação de maquiagem forte e à prova d’água, certo?
Errado. Campeã de escolhas saudáveis, Hayley Williams, 25 anos, opta por produtos de beleza naturais sempre que pode. “O que eu gosto sobre produtos naturais é que, quando você acha um que ama, você não está apenas obtendo gratificação instantânea após usá-lo, como você terá a tranquilidade de saber que está investindo em seu bem-estar futuro”, diz.
Williams descobriu a beleza natural através de sua batalha contra a acne, que ela havia previamente tratado com produtos muito fortes. “Honestamente, algumas dessas coisas funcionaram, mas eu não me sentia bem em fazer parte de uma rotina de beleza agressiva no meu estilo de vida”, lembra ela. “Os efeitos a longo prazo me assustaram”.
Então, quando Hayley precisa se arrumar para entrar no palco, ela e seu maquiador, Brian J O’Connor, optam por maquiagens de marcas como Armour Beauty e Tarte. “Eu quero ter uma aparência saudável e natural durante todo o show – Mais importante do que passar pó e spray na pele é hidratá-la e prepará-la, mesmo com o creme hidratante favorito ou óleo facial. “Minha base preferida para usar no palco é a Amazonian Clay BB Tinted Moisturizer, da marca Tarte. Ela atua muito bem na minha pele e não me estressa como outras maquiagens mais fortes fazem”.
Ainda assim, ela admite que não há rímel do mundo que aguente um show do Paramore (com luzes estridentes e 25,000 pessoas gritando o seu nome), seja ele natural ou não.

Abaixo, confira uma lista com os produtos preferidos da Hayley:

DoTerra PastTense Essential Oil Blend Roll
Eu levo isso comigo em todos os lugares que eu vou. É totalmente feito com óleos essenciais para reduzir o stress, como lavanda, hortelã, camomila, manjericão e ainda mais. É tão bom para pessoas que, como eu, carregam tensão em seus pescoços. Especialmente o tipo de tensão causada pelo head-banging. Eu apenas passo o produto, à direita para as têmporas e também na parte de trás do meu pescoço, e eu juro que em poucos minutos sinto que estou no país das maravilhas feito de lavanda e hortelã, sem nenhuma preocupação no mundo.

RMS Un-Cover Up
Esse é com certeza o meu produto de beleza favorito. Eu usei isso para cobrir manchas quando estava lutando contra a acne anos atrás e, agora, mesmo fora do palco, eu ainda uso, pois o produto limpa a minha pele, deixando-a mais clara. Os ingredientes orgânicos e saudáveis são suaves para a pele sensível, mas ao mesmo tempo ele te faz sentir confiante o suficiente.

Kevin Murphy Young Again Masque
O tratamento da marca Kevin Murphy pode ser a única razão pela qual o meu cabelo ainda está vivo hoje. Eu usei seus produtos quase que exclusivamente pelos últimos sete anos e meu cabelo excessivamente tingindo sempre parece mais saudável do que nunca. Todos os produtos são livres de parabenos, livre de sulfato e livre de crueldade. E esta máscara de cabelo é a minha preferida. Adoro o cheiro e a gratificação instantânea de quão feliz o meu cabelo parece após usá-la.

Rich Hippie Rock Star Organic Perfume
Primeiramente, sim, eu percebo o quão ridículo é estar em uma banda de rock e usar um perfume chamado Rock Star, mas isso não vem ao caso. Fragrâncias sempre fazem minha cabeça doer! Então eu tive que procurar por alternativas, e foi quando eu descobri esse perfume. Pra mim, é a combinação perfeita de flores bem femininas, o cheiro sexy e picante do cravo e a fragrância aconchegante da baunilha. Um ponto positivo é que o frasco de vidro é pequeno e a aplicação é fácil, então é ótimo para levar em viagens.

S.W. Basics Lemongrass Body Oil
Eu amo, amo, amo essa empresa, amo o que ela representa e também as pessoas que estão por trás dela. Todos os seus produtos são luxuosos e divertidos ao mesmo tempo e os ingredientes estão listados na parte da frente da garrafa. Este em particular tem quatro, QUATRO ingredientes. Eu nunca me senti tão bem quanto na hora em que coloco um pouco dessa coisa mágica depois do banho matinal

Fonte

Publicado por Lucas Kaique, arquivado em Entrevista, MONUMENTOUR, Notícias, Vídeos.

abc
No último sábado, dia 20, Paramore se apresentou no iHeartRadio Music Festival, onde, nos bastidores do evento, concedeu uma entrevista exclusiva à revista americana Billboard. Confira abaixo a matéria traduzida, onde a banda é questionada sobre o sucessor de seu álbum auto-intitulado, “Paramore“:

Paramore está terminando sua turnê de um ano e meio do seu retorno com o álbum auto-intitulado, e fez uma das melhores performances do iHeartRadio Music Festival 2014 na noite de sábado (20 de setembro). A pergunta óbvia permaneceu: quando é que o álbum do Paramore de 2013 irá receber uma sequência? A banda disse à Billboard nos bastidores do iHeartRadio Festival que não é algo certo, e que o progresso do próximo álbum tem sido compreensivelmente lento.

Confira legendado à seguir o que a banda diz a respeito do novo trabalho de estúdio e sobre a recente turnê com a banda Fall Out Boy:

Tradução e Adaptação: Equipe Paramore BR

Publicado por Jaquelini Cornachioni, arquivado em Notícias.

celwalls.com_2858
Se você tem os dentes separados: acalme-se! Isso, nem de longe, é motivo de vergonha – e você nem precisa se preocupar em usar aparelho. O site ATL Girls postou recentemente uma lista com as 13 celebridades mais charmosas com dentes separados. O sorriso “imperfeito” foi e ainda é a marca de muitas divas por aí, como a Brigitte Bardot e, claro, Hayley Williams!

Entre as modelos, esse detalhe tem o nome de Gap Teeth e, na frança, os dentes separados são conhecidos como dents du bonheur (dentes da sorte). Vale lembrar que a Hayley foi por muito tempo chamada de Bob Esponja – e mesmo hoje é conhecida por esse apelido -, mas todos nós sabemos que o sorriso dela sempre foi maravilhoso! Será que ter dentes separados é a nova tendência?

Na lista, além da vocalista do Paramore, se encontram personalidades como: Ashley Smith, Charlotte Free, Abbey Lee, Georgia Jagger, Lara Stone, Isabelle Sauer, Lea Seydoux, Anna Paquin, Vanessa Paradis, Leila Goldkuhl, Jessica Hart e Monika Jagaciak. É claro que, para nós, a Hayley está em primeiríssimo lugar.

Publicado por Lucas Kaique, arquivado em Notícias, Twitter.

Segunda-feira passada, 8, os investidores do Twitter anunciaram que até o encerramento deste ano a rede social terá um novo recurso, um botão ao lado da caixa de diálogo para adquirir músicas, ajudar organizações e marcas como a BurberryParamore, Panic! At The Disco, Eminem, Pharrell Williams e outros, estão prestes a ter seus trabalhos musicais nessa nova atualização. Assista ao vídeo abaixo para entender mais sobre o projeto:

Publicado por Jaquelini Cornachioni, arquivado em Notícias.

paramore gma
Da Monumentour para a Broadway, o Paramore conquista fãs de todos os estilos. No dia 10 de setembro, as músicas do trio farão parte do repertório do musical Punk Goes Below, em Nova York. O espetáculo contará com performance de outras bandas também. Confira mais informações:

54 BELLOW, Broadway, apresenta o musical: Punk Goes Below

Pegue aquele cinto de rebite do seu guarda roupa e prepare-se para uma noite de pop, punk e diversão. O Punk Goes Below contará com os melhores músicos tocando clássicos do Fall Out Boy, Blink 182, Paramore, Panic! At The Disco, Yellowcard, My Chemical Romance, 5 Seconds Of Summer, e muito mais!

Uma parcela dos lucros deste espetáculo estará beneficiando o To Write Love On Her Arms, movimento sem fins lucrativos que transmite esperança e ajuda pessoas que lutam contra a depressão, vício e suicídio.

O show é dirigido por Alexis Acar, com ajuda de Laura Clinton e produção de Lexington & Wild.

TO WRITE LOVE ON HER ARMS

PARAMORE 12/2007 credit: Fontaine/DALLE
Com a finalidade de ajudar pessoas que passam por momentos emocionais delicados, o movimento tem a colaboração de diversos artistas, entre eles: Paramore, Miley Cyrus, Panic! At the Disco e as bandas nacionais Gloria e Fresno.

Tudo começou com o suicídio de uma menina que escreveu “fuck up” (foda-se) em seu braço com o próprio sangue. Alguns dias após o ocorrido, um grupo de pessoas se mobilizaram e resolveram criar o To Write Love On Her Arms, uma campanha a favor do amor e da vida. Muitos artistas usam as blusas do movimento, principalmente em shows!

Para saber um pouco mais sobre o assunto e ver a loja, é só entrar no site oficial!

Publicado por Jaquelini Cornachioni, arquivado em Notícias.

reila 27.fw

READING AND LEEDS

Dois shows, milhares de pessoas – o Reading and Leeds marcou o final do verão com uma carga de bandas incríveis! A temporada do festival de 2014 vai embora com muito estilo.

Observação: A energia acabou. O Paramore conquista até espíritos técnicos do mal durante a apresentação como atração principal.

PARAMORE REINA VITORIOSO

Com certeza, é preciso certo esforço para olhar nos olhos do posto de uma atração principal no festival Reading and Leeds e, mesmo assim, continuar marchando para enfrentar isso. Mas é preciso um esforço de outro nível e muita determinação para enfrentar de cara problemas que estão fora do seu controle, no meio da apresentação, e mesmo assim sair sorrindo. Para quem tinha dúvidas de que o Paramore não era a banda certa para esse trabalho, o show daquela noite foi o suficiente para silenciá-los.

Na maior parte do tempo, os 75 minutos no palco foi contínuo e habilidoso. Saltando como ninguém, Hayley Williams é a insaciável bola de energia que os fãs conhecem a amam. O seu cabelo turquesa balança de um lado pelo outro enquanto ela corre e é impossível duvidar das suas habilidades como vocalista, como líder. Desde a pop e divertida “Still Into You” até a ameaçadora “Ignorance”, o poder dela desconhece o limite. Eles são hipnotizantes quando estão no palco.

Mas então, houve a primeira onda de problemas técnicos. Sentia-se que todos os técnicos haviam cortado a energia justamente durante uma das faixas do álbum Brand New Eyes. No entanto – e um pouco alegremente inconscientes – o trio continuou imperturbável. Voltando à vida, eles conseguiram passar por duas músicas sem problemas, mas com a mesma rapidez que retornou, a energia se foi novamente.

Os próximos minutos foram, indubitavelmente, um pouco confusos – incluindo a aparição de Melvin Benn, organizador do festival, no palco-. Enquanto isso, Hayley Williams reunia os seus colegas para que eles pudessem se sentar juntos na beira do palco antes de decidirem tocar a música The Only Exception à capella. A banda transformou o que poderia ser um desastre em um momento íntimo que muitas bandas nem sonhariam em fazer.

Reconectados novamente e a toda velocidade, “Last Hope” foi intoxicante, “Let the Flames Begin” foi poderosa e a sua recente extensão “Part II”, incendiária. Com Williams, silhuetada contra a parede de luzes, de joelhos no meio do palco, seus colegas de banda batendo em grandes tambores em ambos os lados, eles conseguiram atingir uma potente intensidade juntos.

Em “Ain’t it Fun”, eles dançaram como se ninguém estivesse olhando. Se nessa noite eles pretendiam ganhar o público do Reading and Leeds, eles saíram vitoriosos.

CONFETE É A NOSSA MUNIÇÃO

pmore 24.fw

“É incrível saber que estamos tocando com o Queens of the Stone Age”, disse Hayley Williams entusiasmada com o show do Paramore no Reading and Leeds. “É absurdamente legal. Há várias bandas muito boas nesse festival, e eu sinceramente não acredito que nos encaixemos com elas, mas é disso que eu gosto. Gosto de não estar necessariamente junto às bandas que estão tipicamente ao nosso redor, tocando conosco”.

No meio do sanduíche que inclui Vampire Weekend e Queens of the Stone Age, eles são uma mistura eletrizante.  “É muito legal”, adiciona o guitarrista Taylor York. “Parece que a percepção que alguns têm de nós está começando a mudar aos olhos delas, e isso é ótimo”.

Atualmente recém saídos de uma longa turnê com o Fall Out Boy, a banda está no ápice do seu poder, trazendo na manga a sua melhor produção até agora.

“Trouxemos muitas coisas da Monumentour conosco — a produção, a iluminação”, explica o baixista Jeremy Davis, “é inclusive a maior que já tivemos até aqui, o que é incrível”. “Essa é a minha produção favorita, dentre todas as que já tivemos”, diz Williams, antes que Davis continue: “É incrível. Nós temos muito confete, temos até demais… Eu acho que as pessoas da limpeza devem estar nos odiando e falando ‘nós nunca mais vamos trabalhar em um show do Paramore’”.

“Confete é a nossa munição”, diz Williams, rindo.  “É a marca que deixamos em cada show, em cada cidade. Eu sei que várias bandas fazem o mesmo, mas a cada show queremos fazer mais e mais”. “E agora, por exemplo, nós temos muito mais confetes do que na Monumentour!”, ri Davis. “Trouxemos mais que o dobro para este show, pois tem tanta gente aqui que queremos dar a impressão de que está nevando”.

Sobre ao que eles esperam alcançar com o show — tirando a parte da faxina — as intenções são de simplesmente convidar alguns novos fãs para se juntarem à família. “Esperamos que seja legal,” conclui Williams, “pois os fãs que nunca nos viram e que estão aqui simplesmente para ver outras bandas, ficarão surpresos. Acho que isso é o que mais gosto sobre estar nessa banda: ouvimos muita gente nos dizer que somos melhores ao vivo do que nos CDs, e isso é o maior elogio que alguém poderia nos dar, pois trabalhamos muito duro para fazer um bom show. Esperamos surpreender algumas pessoas, além de deixá-las empolgadas e expandirmos nossa comunidade”.

Tradução e Adaptação: Equipe do Paramore BR

Publicado por Redação, arquivado em Notícias, Vídeos.

Screenshot_15
Paramore divulgou na manhã hoje, 01/09, um vídeo ao vivo de “Last Hope” gravado no maior show da MONUMENTOUR, que aconteceu em Chicago no dia 11 de julho. Ainda não sabemos se trata-se apenas de uma faixa promocional do álbum ou de um novo single, porém a mesma vem sendo usada nas capas das páginas oficiais da banda para promover as vendas do álbum auto-intitulado. Assista ao vídeo:

Publicado por Jaquelini Cornachioni, arquivado em Notícias.


No dia 10 de agosto de 2011, Alice Adams, sobrinha de Kathryn Davis, foi vítima de um assassinato. Na época, o casamento da Kat e Jeremy Davis teve que ser adiado e, no Twitter, o baixista do Paramore comentou o ocorrido e deu todo o apoio para sua esposa.

Alice foi encontrada morta junto de seu colega, Tibor Vass. Em nota, a família da jovem disse que “o espírito de Alice viverá para sempre”. A história causou comoção na época e, só depois de três anos, Kathryn conseguiu desenvolver o Alice Adams Foundation. Esse projeto tem o objetivo de arrecadar dinheiro para construir uma casa na árvore em homenagem a Alice.“Como família, nós decidimos criar a Alice Adams Foundation. Alice sempre construía casas nas árvores e gostava ficar fora de casa, então vamos arrecadar dinheiro para construir uma casa na árvore cercada por um divertido, mágico e inspirador parque feito especialmente para adolescentes e adultos, pois não existem muitos lugares positivos em que pessoas desta idade possam ir, se divertir e se manter fora do perigo, mas agora, graças a Alice, terá”, escreve Kathryn na Homepage do site da fundação.

A planta do parque já foi projetada e, assim que a quantia suficiente for arrecadada, as obras serão realizadas no Black Park, Buckinghamshire (Reino Unido). Apesar da tragédia, Kathryn descreve esse momento como algo animador e não quer focar na parte ruim da história. “Junte-se a mim neste momento feliz e vamos todos viver, como Alice fez. Vista-se como uma fada, compartilhe tudo o que você tem de melhor, ria até cair e seja bom para todos os que passarem pela sua vida. Isto é algo que a Alice fazia todos os dias e é algo que eu sei que este parque fará por todos que o visitarem.

No site, é possível saber um pouco mais sobre a história de vida de Alice. As doações, no entanto, são feitas através do Paypal em moedas como Euro e Dólar (não tem a opção de doar em reais). Todos nós esperamos que, em breve, o projeto do parque consiga sair finalmente do papel. Boa sorte, Kathryn!

Publicado por Lívia Rocha, arquivado em Notícias.


A NME entrevistou vários fãs presentes no Reading Festival para saber o que eles tinham achado do show e sobre a queda de energia que atrapalhou a apresentação. Confira:

Paramore sofreu uma queda de energia que ameaçou seu show na noite de 22 de agosto.

“Vimos o Paramore sim!”

“Foram brilhantes!”

“Sim, foram bons!”

“Foi incrível!”

“Muito bom!”

“Absolutamente incríveis… E a voz dela, obviamente, como sempre sensacional!”

“Não é uma banda que eu costumo ouvir mas gostei bastante.”

“Brilhante, incrível!”

“Muito bom, foi demais.”

“Muito divertido.”

“Adoro Misery Business.”

“É uma boa música.”

“Não, não, não!”

“Ain’t it fun, ain’t it fun, ain’t it fuuuuuuuun.”

“Just feels soooooooooooooo.”

“I’m still into you.”

“Não vou cantar pra você.”

“Vamos ficar famosas agora?”

“Teve alguns problemas no som.”

“Estava todo mundo gritando, fiquei feliz.”

“Todo mundo ficou meio ‘oh’.”

“As pessoas começaram a conversar, porque ninguém conseguia ouvir.”

“Hayley Williams pulando pra cima e pra baixo no palco e ninguém ouvia.”

“Eles continuaram o show e fizeram um acústico, foi muito bom.”

“Hayley tem uma voz excelente.”

“É, você nem… ela não precisa de nada, é só cantar que é fantástica.”

“No final acabou sendo um momento bem íntimo de todos cantando junto, foi bem fofo.”

“A plateia cantando The Only Exception com isqueiros para o alto.”

“Eles transformaram isso numa coisa boa.”

“A galera os apoiou.”

“Todos estavam cantando e eles disseram que nunca esqueceriam aquele momento.”

“Eles deixaram até aqueles que não queriam estar ali mais ligados, como se fosse algo especial.”

“Foi tipo… é um festival e precisa continuar, foi o que ela fez e foi muuuuito bom!”

“O pior que poderia acontecer seria vomitar no palco como Justin Biber, isso seria terrível.”

“Pular e então vomitar.”

“Seria se a banda visse que a plateia não estava gostando e deixasse o palco.”

“Alguém se machucando?”

“Não quero nada de ruim com Arctic Monkeys, Alex Turner vai começar e vai ser incrível!”

Tradução e adaptação: Equipe do Paramore BR.


Paramore BR 2011 - 2014 - Direitos reservados.